Atração Conversão Editorial Posicionamento Relacionamento Uncategorized Vendas

Internacionalização: como criar uma estratégia de marketing global

Quer ver a sua empresa de tecnologia ou startup dominar o mundo, mas não sabe por onde começar? Antes de criar uma estratégia de marketing global, escolha o mercado certo. O Vale do Silício é onde todas as empresas de tecnologia querem estar, mas será que realmente essa é a melhor alternativa? Os Estados Unidos atraem empreendedores do mundo todo, por isso o mercado é extremamente complexo, competitivo e caro. Além disso, é provável que o seu produto ou serviço já exista lá. Que tal expandir para um mercado mais próximo da sua realidade e que também tenha capital para investir na sua ideia?  

É possível que o seu produto resolva a dor de pessoas na Espanha, na Itália ou quem sabe nos Emirados Árabes. São mercados onde a concorrência pode ser menor e sua ideia pode ter mais adesão. A francesa Deezer, que fornece o serviço de streaming de músicas, quando decidiu se internacionalizar foi para diversos países e não foi para os Estados Unidos, porque lá já existia o Spotify. A empresa, que está há cinco anos no Brasil, tem 100 milhões de assinantes no mundo e aposta em parcerias para ganhar mais espaço e crescer no seu segmento de atuação.

Como escolher o mercado ideal para expandir o seu negócio

A melhorforma de saber se um mercado é bom para o seu negócio é indo lá. Com a tecnologia ficou muito mais fácil traçar uma estratégia de expansão, mas antes de investir na internacionalização na sua marca, vá in loco conhecer o país escolhido. Aproveite a visita para identificar os players, conhecer as dores, analisar os hábitos, aprender sobre a cultura e, claro, fazer networking. Depois disso ficará mais fácil decidir se vale a pena investir e como traçar uma estratégia de marketing global para o seu negócio.

A líder internacional de marketing do Trello, Alexia Ohannessian, acredita que devido a internet toda empresa nasce global, porém nem todas as empresas são globais. Isso porque a conquista de novos mercados requer um trabalho árduo de adaptação à culturas diferentes. Durante o RD Summit 2017, Alexia citou o exemplo do McDonald´s, que está presente no mundo inteiro, mas adaptou seus produtos para a realidade de cada país. No Brasil o sanduíche tem três opções de carne, na Rússia o hamburguer é de camarão, na Malásia o cardápio não tem sanduiches, o prato principal é arroz e por aí vai. Mas, e quando o seu produto é digital?

Cerca de 4 bilhões de pessoas estão conectadas à internet no mundo todo. No entanto, a média de sites traduzidos para outros é baixíssima. Quando se trata de um produto físico as empresas até se preocupam com isso, mas as empresas de SaaS raramente traduzem seus sites. Mesmo que o idioma nos Estados Unidos e na Austrália seja o inglês, são países com culturas bem diferentes. Então, se você pensa em expandir seu negócio, é importante considerar alguns detalhes, que fazem toda a diferença para traçar uma estratégia de marketing global e conquistar bons resultados.

O próprio Trello é um case que pode servir como inspiração. A startup oferece uma ferramenta gratuita para o gerenciamento de tarefas e possui 25 milhões de usuários no mundo – mais de 1 milhão só aqui no Brasil – e está traduzida para 21 idiomas. Recentemente o Trello foi comprado pela australiana Atlassian, empresa que possui diversas ferramentas de colaboração e desenvolvimento de software, com foco no aumento da produtividade.

5 dicas para criar uma estratégia de marketing global

1) Entenda o perfil do consumidor

Criar uma estratégia de marketing global não significa replicar ações. Afinal, nem sempre uma ação que funciona num determinado mercado terá o mesmo êxito em outro. Nos Estados Unidos o trabalho remoto é algo comum: uma pesquisa do Instituto Gallup revelou que mais de 40% das pessoas trabalharam à distância ao menos uma vez no ano passado.

Já na França o índice de pessoas que trabalham remotamente é de apenas 12%. Com a avaliação de um único fator já é possível perceber que o perfil do público é distinto, suas dores, necessidades, interesses e formas de consumo também tendem a ser diferentes. Por isso, o primeiro passo para criar uma estratégia de marketing global é entender o perfil do consumidor e seus hábitos.

2) Crie conteúdo

O inbound marketing é uma excelente estratégia para a escalabidade de empresas de tecnologia ou startups. A especialista em marketing de conteúdo, Flávia Gamonar, defende que o segmento de TI precisa do inbound marketing, principalmente quando oferecem soluções complexas. Mas, vale dizer que criar conteúdo não é exatamente traduzir os posts do seu blog e publicá-los em outros idiomas.

O volume de busca para determinados termos pode ser alto aqui no Brasil e irrelevante nos Estados Unidos. Portanto, comece a sua estratégia de marketing global identificando os termos mais buscados no mercado para onde quer expandir e, partindo disso, crie conteúdos para blog com palavras-chave focadas no novo público que deseja alcançar.

3) Adapte o design

O idioma é um cuidado que as empresas costumam ter no momento de internacionalizar um negócio, mas o design muitas vezes é esquecido. Por mais simples que seja, adaptar o design para novos mercados é algo que tem muito valor para os usuários. Essa é uma lição que a Disney aplica para ampliar a imersão do público no universo das animações. Não é só a legenda que é traduzida, mas os conteúdos escritos do filme também passam por adaptações para aperfeiçoar a experiência do espectador.

Um exemplo do segmento de tecnologia é o Trello, que nos países nórdicos apresenta seu mascote na neve, algo que é um pouco distante para o público aqui do Brasil, onde não costuma nevar. Então, por aqui o mascote aparece de outra forma, usando símbolos nacionais, como a bandeira. Portanto, para ganhar o coração de novos usuários é importante adaptar o design e usar elementos que façam parte da cultura local, isso sem perder a identidade da sua marca, é claro.

4) Faça co-marketing

Ao chegar num país novo será preciso construir a sua marca do zero. Uma ótima dica é buscar parcerias com marcas conhecidas, que já tenham uma audiência estabelecida. O co-marketing é uma estratégia que funciona muito bem em outros países, assim como aqui no Brasil. Busque parceiros que tenham audiência semelhante a sua e proponha a criação de conteúdos em parceira.

É possível criar desde e-books, guias, planilhas, webinars e podcasts, até eventos presenciais. Como uma boa estratégia de marketing global deve sempre estar focada no usuário, a escolha do formato do conteúdo a ser produzido também deve levar em conta essa premissa. Não adianta promover eventos num país onde as pessoas são muito ocupadas; talvez um podcast seria a melhor solução. Como a ideia é conquistar leads que tenham afinidade com o seu negócio, planeje bem a ação para alcançar o melhor resultado possível.

5) Use as mídias sociais

As mídias sociais também podem fazer parte da sua estratégia de marketing global para atrair a atenção de novos mercados. É importante reforçar novamente que antes de começar a usar qualquer canal você deve analisar o perfil dos usuários. Cada país pode ter uma rede social que se destaca e a maneira de interagir também costuma ser diferente. Aqui no Brasil as marcas estão no Facebook e usam uma linguagem bem íntima dos usuários, diferente da França onde o contato é mais formal. Nos Estados Unidos as marcas interagem seus fãs via Twitter. Dependendo do seu produto ou serviço, a melhor opção pode ser o LinkedIn ou até mesmo o Instagram. Avalie onde o seu público está, como ele quer interagir com a sua marca e então trace um planejamento estratégico para começar a usar as mídias sociais.

Como você viu até aqui, internacionalizar o seu negócio requer diversos cuidados. Quem já está passando pelo processo de expansão sabe que é normal cometer alguns erros e é fundamental aprender com eles. Mas, um fator determinante para o sucesso é conhecer o seu cliente. Portanto, a sua estratégia de marketing global deve estar focada nas pessoas, em sua cultura e levar em conta suas emoções.

Este post foi útil para você? Se quiser saber como o inbound marketing e assessoria de imprensa podem ajudar na estratégia de marketing global da sua empresa de tecnologia entre em contato conosco.

Lisiane Moraes
Jornalista por formação, curiosa por tradição e criativa por ocasião. Entusiasta do mundo digital, que sempre passa frio no mundo real.
Você também pode gostar
Gestão de indicadores de marketing: aprenda a fazer e potencialize os resultados
Passo a passo para começar a gerar sucesso com Inbound Marketing

Deixe um comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página web

Assine as publicações do blog

Cadastre-se e receba novidades sobre inbound marketing e sales para empresas de tecnologia

Obrigado! Você receberá nossos conteúdos em breve.